Amamentar

O sítio do Aleitamento Materno para cidadãos e profissionais de saúde

  

Regresso ao trabalho
As recomendações actuais dizem para o bebé ser amamentado exclusivamente até aos 6 meses, e se possível e desejado pelo bebé e pela mãe até aos 2 anos ou mais.
 
Contudo, vários obstáculos existem que impedem ou dificultam que tais recomendações sejam cumpridas. Um dos maiores é o regresso ao trabalho (ou à escola se é estudante). Mas apesar de todas as dificuldades, é possível continuar a amamentar após o retorno ao emprego ou às aulas, dependendo, de vários factores, como o tipo de emprego, a distância de casa e outros.
 
Manter o aleitamento materno depois o regresso ao trabalho é uma forma de manter um maior vínculo ao seu filho, mais importante ainda por estarem mais tempo separados.
 
Então como é que poderá fazer para continuar a amamentar quando regressar ao trabalho?
 
Em primeiro lugar comece por fazer um plano para o aleitamento materno, de acordo com esta nova realidade, de forma a evitar ou a resolver, com mais facilidade, os problemas que entretanto surjam. Algumas sugestões que lhe permitirão concretizar esse plano:
  • Converse com os seus empregadores e os seus colegas, enquanto estiver grávida, ou durante a licença de parto, e informe-os da sua intenção. Explique-lhes que é bom para as empresas porque assim têm colaboradores mais motivados, que faltam menos , entre outras razões porque os filhos adoecem menos;
  • Discuta com a sua família e alerte para a sua necessidade acrescida de descansar;
  • Se possível, leve o bebé consigo;
  • Trabalhe a tempo parcial, se conseguir;
  • Se o emprego for perto de casa, vá a casa, ou então tente deixar o bebé com alguém perto do emprego;
  • Tente organizar o seu tempo, assim como criar as condições para poder amamentar, extrair e guardar o leite no seu local de trabalho. Pense onde, quando, com que frequência vai extrair o leite e onde o vai guardar;
  • Amamente toda a licença de maternidade, e não reduza antes para "treinar" o regresso ao emprego;
  • Não dê outros alimentos antes que isso seja realmente necessário;
  • Se não for possível tirar leite no emprego, continue a dar de mamar em casa. As suas mamas irão adaptar-se a este novo ritmo. No início poderão ficar ingurgitadas e dolorosas, mas durará poucos dias;
  • Continue a dar de mamar à noite, de manhã, durante todo o dia quando ficar em casa, e sempre que for possível;
  • Aprenda a extrair o leite o mais cedo possível;
  • Tire o leite antes de ir trabalhar e deixe-o com quem vai cuidar dele;
  • Depois de retirar o leite, dê de mamar;
  • Nos primeiros dias, esteja ausente pouco tempo e depois vá aumentando o tempo;
É normal verificar-se uma diminuição da produção de leite, com o regresso ao emprego. Para contrariar, aumente a frequência de extracção de leite, e faça-o após o seu filho mamar (de manhã e à noite). Também descanse mais.
 
Se for extrair leite no local de trabalho vai precisar de um local limpo, isolado, de um frigorífico para guardar e uma mala térmica para transportar. Pode extrair o leite na hora do almoço ou noutros intervalos. Se estiver fora de casa 8 a 10 horas poderá precisar de extrair leite 3-4 vezes, e se estiver 4 a 6 horas 2 vezes.
 
Treine uma ou duas semanas antes a extrair leite. Faça-o após o bebé mamar ou entre as mamadas. A produção aumentará e assim pode guardar para ser dado em casa, enquanto trabalha. De início será difícil, mas após alguns dias começará a ter uma produção aumentada.
 
O seu leite pode ser dado ao seu bebé por biberão, pois nesta altura já não existe o risco de "confusão dos mamilos". No entanto alguns bebés poderão nunca querer mamar ao biberão.
 
Vai precisar, no local que utilizar para tirar leite, de uma cadeira, sítio e material para lavar a bomba, electricidade se usar uma bomba eléctrica, frigorífico ou caixa térmica para conservação.
 
Uma listagem de coisas que vai precisar para extrair o leite quando for para o emprego:
  • Bomba para extracção do leite
  • Pilhas extra ou adaptador eléctrico da bomba, se for o caso
  • Caixa térmica, com gelo
  • Recipientes em número suficiente para guardar o leite
  • Roupa extra, para mudar, no caso dos seus seios gotejarem (o leite é mais visível em roupas lisas)
  • Roupa de acesso fácil, como camisas/blusas com botões
  • Uma fralda de pano, lençol ou outro para tapar se tiver que o fazer num local sem privacidade
  • Algo para comer e beber
  • Uma almofada para descansar o braço
  • Uma revista, um livro, música para relaxar e passar mais depressa
  • Uma fotografia ou um objecto pessoal do seu filho. Pensar ou olhar para ele facilita e estimula a produção 

É preciso muito empenho e esforço, mas os ganhos são grandes para si e para o seu filho.

 Imprimir   
Pesquisa

Estatísticas
Links importantes
Login


Privacidade | Condições de Utilização